26 julho 2006

Chega mas não passa e mais 33 sanguessugas

Eu acredito em pesquisas pré-eleitorais. Sei que muita gente não dá crédito para elas, mas eu sim! E sobre os números ontem divulgados pela Rede Globo juntamente com o Ibope só confirmam o que os outros institutos também dizem: Lula vence em primeiro turno. Veja os números. Apesar de que Lula já começa a enxergar Alckmin pelo retrovisor. Uma coisa é enxergar outra é passar. Veja:

1º. Turno: Lula 44% - Alckmin 27% - Heloísa Helena - 8% - Outros 3%

2º. Turno: Lula 48% - Alckmin 39%

E com relação aos números do segundo turno, fica evidente que os votos dos outros candidatos migram para Alckmin.

Mas todas as pesquisas até aqui divulgadas mostram que Lula está no limite para uma vitória ainda no primeiro turno. E mesmo que aja segundo turno sua vantagem a Alckmin é confortável, de quase dez pontos.

Lula mantém um desempenho pouco acima do primeiro turno e pouco abaixo do segundo turno de quatro anos atrás, quando venceu com folga. Mais ainda: não se nota erosão significativa do eleitorado do presidente, pois o crescimento de Alckmin (e, em menor grau, de Heloísa Helena) se deu apenas agregando votos de outros candidatos que saíram da disputa.

Mas tudo que é bom também tem um lado ruim. Nos estados os candidatos que apóiam Lula, principalmente nos maiores colégios eleitorais, tem um desempenho pífio.

Senão vejamos, no Rio de Janeiro o candidato do PT está com 1% das intenções de voto. Em São Paulo o candidato Mercadante, do PT, consegue perder para José Serra, em simulações de segundo turno, na proporção de três para um.

Enfim, Lula segue liderando. Independente de seu partido. Lula consegue ser maior que o PT. Não é a imagem de Lula que está ligada ao PT, e sim, o PT tem sua imagem ligada a Lula. Lula tem a seu favor a massa pobre da população. E tem contra ele a esmagadora maioria do empresariado, da classe média alta e da imprensa.

Mas isso de apoio de massas não entra na minha cachola. Acredito no contato direto com o eleitor. Alckmin precisa trabalhar, e muito, em busca dos votos dos indecisos e mais ainda dos votos de Lula. Vi, não sei onde, uma análise de um cientista político onde ele dizia que Alckmin precisaria arrancar uns cinco ou seis milhões de votos de Lula para provocar um segundo turno. Achei um exagero. Mas em política nada é impossível.

A situação de Lula é boa, mas é perigosa.

Mais 33 parlamentares notificados pela CPMI dos Sanguessugas

E nesse novo listão meu estado, a Paraíba, foi o campeão, com o maior número de deputados acusados, cinco, todos evidentemente (segundo eles) inocentes. São eles:

Benjamin Maranhão (PMDB-PB)
Carlos Dunga (PTB-PB)
Marcondes Gadelha (PSB-PB)
Ricardo Rique (PL-PB)
Wellington Roberto (PL-PB)

Veja a lista completa de todos os investigados

14 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Olá, Patrick!

Um fenômeno que está sendo ocultado e, em mensagens subliminares na mídia, estão tentando estancar é o crescimento da H2 (Heloísa Helena).
Como se fosse o PT de antigamente, ela cresce nas camadas mais altas da sociedade e tende a pegar os votos resistentes dos intelectuais do PT que ainda não desistiram dele e também votos da elite que busca no Alckmin o antídoto. Acho eu, que quem mais perde é o Alckmin.
Um segundo turno, quase impossível, entre Lula e HH seria muito interessante para o país. Finalmente Lula teria ao seu redor a parecela do PSDB que não se aliaria a HH, formando então uma base sólida e de coalisão que poderia viabilizar um governo onde não seria necessário ter apoio do lixo sanguessuga do congresso.

Rafael_Canela disse...

Perfeita sua análise Patrick. Muito bem fundamentada. Parabens

marcosnunesvaladares disse...

Muita gente ainda tem que rebolar um bocado pra tentar arrumar um segundo turno. A vitória do Lula é praticamente certa, até os adversários começam a reconhecer.

Santa disse...

A questão é que Lula olha o resultado das pesquisas pelos seus números exatos. Nem querem pensar numa análise relativa (rsss).

##Silviocaldas## disse...

Até o próprio dono do blog (tucano fervoroso) já admite uma vitória do presidente Lula

LULA DE NOVO, NOS BRAÇOS DO POVO!

##Silviocaldas## disse...

Querem saber pq o funcionalismo público não vota no Alckmin?

08 anos de governo FHC sem um centavo de aumento. Ninguém quer mais isso!

FUIIIIII

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Patrick:

Você faz uma análise correcta, porque imparcial, dos números.
Isso mostra de sua parte que já está num patamar da análise democrática bem interessante.
A democracia é isso, perder e ganhar eleições, mas nada mais do que isso.
Um país democraticamente estabilizado não depende dos políticos. Vê-os, muitas vezes infelizmente, como um mal necessário.
Espero que você contribua mais regularmente com os seus sábios comentários no Estados Gerais.

Um abraço,

José Alberto Mostardinha disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
José Alberto Mostardinha disse...

Quanto ao SilviodasCaldas não sabe minimamente do que fala e a sua análise até é irresponsável e anti-patriota.
Os incompetentes comunistas portugueses, que não representam mais do que 5% da população actualmente, na ânsia de ganhar votos também se fartaram de dar bónus aos funcionários públicos.
Hoje o resultado é que o estado vai ter que os mandar para casa porque são responsáveis por grande parte do défice publico.
Fazer o mesmo no Brasil é perder tempo...isso não vai durar uma dezena de anos com a agravante de que depois irá ser muito mais penosa a transição para a realidade.
O funcionalismo público é, na generalidade, um autêntico sorvedor dos dinheiros públicos.

Cumprimentos,

Flávio disse...

Patrick, gostei do seu blog e concordo, em linhas gerais, com a análise, inclusive qt às dificuldades que os petistas estão tendo nos estados.
Na minha opinião, a vantagem do Lula não se deve a méritos próprios, mas à falta de oponentes consideráveis. Qt ao PT, o desgaste da legenda é inegável... e aqui, sim, por (de) méritos inteiramente próprios! :)

Keila, a Loba disse...

Não há como negar esses números, mas o que incomoda é que não tivemos um consenso patriótico a cerca de um candidato que o povo acolhesse. O que vejo e sinto é que o povo detesta quase tudo o que o FHC representou, e o Alckmin representa isso. Quanto ao Lula, o povo não gosta tanto dele assim. Infelizmente não foi lançado nenhum outro menos pior que o Lula, que tendo vindo do povo tem um certo "charme".

Te convido a se mostrar lá nos Uivos da Loba e mostrar as suas "paranóias", que tal? Ah, perde tempo não! Uivaaaaaaaaaaaaaaaa lá!

AbraçUivooooooooooooossssss da Loba

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
»