24 agosto 2006

Bolsa Família ou Educação, eis a questão


A coluna de hoje do economista Carlos Alberto Sardenberg, em O Globo, levantou uma polêmica. Mas antes disso quero fazer uma crítica ao site do O Globo. Navegar em seu site virou um odisséia. A praticidade de antes transformou-se em uma complicação generalizada, dá trabalho de encontrar qualquer coisa. Voltando ao Sardenberg. Eis o que ele quer dizer: se as condições é que são importantes no Bolsa Família, por que não investir mais na Educação? O governo investe no programa – pasmem – cerca de R$ 11 bilhões do Orçamento. E mais uma vez pasmem, apenas um terço deste valor é investido em Educação. E tem gente que reclama da única tecla do Cristóvam. Já escrevi aqui que Cristóvam tem minha admiração. Ele está dando a Educação o lugar de destaque que ela merece. Se não vejamos, porque investir tanto em um programa que não irá trazer retorno nenhum, pelo menos a longo prazo? Não seria mais viável fazer o contrário, investir mais em Educação?

No início do governo Lula havia uma idéia de criar comitês fiscalizadores. Esses comitês exigiriam das mães beneficiadas notas fiscais para comprovarem que elas foram comprar alimentos e não cachaça e cigarros com o dinheiro do Bolsa Família. Um visão infinitamente preconceituosa. Felizmente essa idéia ficou só na imaginação de quem a criou. Mas ela tem uma versão mais sofisticada e politicamente correta. A família só recebe o benefício se as crianças forem à escola e se forem vacinadas. A premissa é a mesma: acham que o pobre é um idiota e precisa ser coagido a ingressar na civilização. Acham que, se não houver a "obrigação" de mandar as crianças à escola e de vaciná-las, a mãe pobre (que é quem recebe o dinheiro) vai preferir colocar os filhos para trabalhar em vez de estudar e vai deixar de levá-los para tomar vacina. Além do mais, duvido que na prática esteja funcionando assim. Duvido que tenham cortado o Bolsa Família de gente cujos filhos não vão sempre à escola ou não tenham sido regularmente vacinados. Duvido.

Acho uma perda de tempo e recursos empregar tanto dinheiro assim em um programa que se encaixa mais como uma esmola do que qualquer outra coisa. E tem gente que reclama da insistência do Cristóvam. Já escrevi e repito, ele não é meu candidato, mas merecerá meu reconhecimento enquanto ele tratar Educação como prioridade. Esse sim seria um ótimo investimento para o país. Mas em se tratando dos nossos governantes (sem quem for que estiver à frente dele) isso não deverá acontecer, pois para eles, é muito mais rentável investir nesse tipo de política pública, pois aliena o eleitor ao candidato. Devem pensar os políticos: educar a população, fazer com que ela tenha plena noção dos absurdos que eu prato contra ela? Educar pra quê? Enquanto isso ficamos nós, pobres cidadãos, carentes de Educação.

17 comentários:

Alexandre, The Great disse...

Patrick.

O atual modelo do "programa social" denominado Bolsa-Família é cruel, escravizante e populista. Impõe a pobreza como condição de sobrevivência, transforma o pobre em refém do Estado e da forma mais sórdida jamais vista "troca voto por comida".

É odioso!

Mas elles vão arder no mármore do Inferno por isto, ah se vão...

gerusa batista disse...

...enquanto o povo for analfabeto (funcional ou não)eles conseguirão votos suficientes para se elegerem. entao, pra q educação? afinal, os 11 bi não saem do bolso dele... Mas não vamos desistir! acredito que este seja um problema muito mais civil, que político.
obrigada pela visita.

angelabguedes disse...

Tem coisa mais cruel que isso?
Cruel principalmente por ser uma mentira.
Um país que gasta mais pra esmola do que na saúde e educação, não pode ser considerado um país sério.

Rafael_Canela disse...

Que belo texto Patrick. Seu blog está cada vez melhor

Santa disse...

IManter o povo analfabeto, ignorante e dependente sempre foi o melhor investimento de populistas e ditadores.

Bjs

Nick!! disse...

Olá, Patrick

De acordo com a notícia (link abaixo), há famílias que não levam suas crianças na escola ou não cumprem a agenda de vacinação. Além do Bolsa Família, ainda há o PET, que tem o mesmo objetivo, mas voltado ao combate do trabalho infantil.

Quanto aos investimentos em educação, o governo Lula não se esqueceu do detalhe, e encaminhou o FUNDEB ao Legislativo, onde aguarda votação.

Abraço

http://clipping.planejamento.gov.br/Noticias.asp?NOTCod=296834

carlos disse...

O Nick! deve ser mais um olheiro petista.

Parabéns pelo texto!

Carlos

Nick!! disse...

Olá, Carlos

Nada contra dar meus pitacos, né? Dá uma passadinha lá no meu blog e dê o seu também. Antes, dá uma lida na notícia do Valor Econômico e lembre-se do Fundeb.

Abraço

Ricardo Rayol disse...

Patrick seu sacana. No dia que você parar de colocar metade dos seus posts nos comentários dos blogs dos outros tenho certeza que muita gente vai vir aqui te ler.

Ao nick. Cara ou cara, sim talvez ele nao tenha esquecido da educação mas não acha que 4 anos é tempo demais para ficar sentado em cima?

Anônimo disse...

Leia na Veja: Humberto (PT) é indiciado vampiro 25/08/2006 12:03
a Polícia Federal pediu o indiciamento de HUMBERTO COSTA como membro da máfia dos vampiros - esquema de superfaturamento de hemoderivados desarticulado pela PF em 2004.

Leia amanha na revista VEJA em todas as bancas do pais!

+ Vampiro
+ Sanguessuga
+ Mensalão


LULA + HUMBERTO
É RUIM PARA O BRASIL
É PIOR PRA PERNAMBUCO

* espalhe esta notícia //

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Patrick:

Esse aí de carlos deve ser estúpido ou anda a treinar.
Para ele quem não pensar como ele é olheiro ou algo do género.
Será que é assim que quer mudar o estado das coisas?
São estes sujeitos e o seu comportamento que prestam um péssimo serviço aqueles que eles próprios apoiam.

É preciso estar na política com elevação e debater as questões com educação e sem ofensa.

Bom, Patrick, quanto ao teu artigo acho perfeito. Tudo o que possa ser feito pela educação é investir na riqueza do país e do seu povo.
Sem pessoas devidamente instruídas não há produtividade, não há riqueza portanto.

Pena é, como diz o Alexandre, que haja aproveitamento político de medidas que deveriam ser encaradas como patrióticas.

Um abraço,

Orlando Tambosi disse...

Obrigado pela visita,
Patrick,

mas o Bananão jamais apoiará a educação. Pra mim é definitivo: isto aqui é um carro de boi.
Professor é sacaneado do primário ao hoje denominado "terceiro grau".

Abs.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Patrick:

Passei por aqui para te desejar um bom fim de semana.

Um abraço,

Vera disse...

A "DITADURA DO SENHOR DE ENGENHO!",
retirou do ar o blog da Alcinete também!
PROTESTE! :-) Bjs

Nick!! disse...

Rayol,

O Fundeb gestou por vários meses no governo Lula, recebendo sugestões e críticas de gente ligada ao assunto. É um projeto aberto e amadurecido, a exemplo da criação do marco regulatório do setor elétrico, e do computador popular. E por fim foi encaminhado ao Congresso em setembro ou outubro do ano passado. Ou seja, já se foi quase um ano tramitando pelas gavetas parlamentares. Será aprovado depois de 1º de outubro, a vigorar em 2007? Espero que sim.

Abraço

Nick!! disse...

Mostardinha,

O Patrick não acreditou que famílias pudessem deixar seus filhos fora da escola, o que é uma triste realidade no Brasil. Aqui, são muitas as crianças que não vão à escola, ou não concluem seus estudos, porque precisam ajudar os pais no sustento da família.

Quando verificamos o histórico dessas famílias percebemos que seus pais passaram por situação semelhante durante a sua infância. Ou seja, é uma situação de pobreza que se perpetua a cada geração.

A idéia do Bolsa Família (pejorativamente apelidado de Bolsa Esmola) é quebrar esse círculo de pobreza obrigando as famílias carentes a manter os seus filhos na escola e a manter a vacinação em dia, mediante ajuda mensal em dinheiro. Dessa forma, os investimentos na educação e na saúde apresentam maior retorno, a criança na escola fica mais nutrida, longe da criminalidade, etc.

Abraço

Patrick Gleber disse...

Este post foi publicado também no blog do Gonçalves (www.foramulla.blogspot.com)

Grato a todos pelas visitas!