01 setembro 2006

Brasil e os outros

Um assunto que não será discutido na eleição - e que está na raiz do debate sobre a capacidade financeira de investimento do Estado brasileiro e, portanto, do crescimento da economia - é a qualidade dos gastos sociais no Brasil. Clique aqui para ler um estudo do Ministério do Planejamento sob o título Comparação Internacional de Gastos Governamentais em Saúde, Educação e Previdência. O trabalho se dispõe a discutir afirmações como:

i) O Brasil gasta três vezes mais que a China per capita na área de saúde, mas tem indicadores semelhantes de mortalidade infantil e expectativa de vida;

ii) o Brasil gasta mais do que a Coréia do Sul em ensino universitário, no entanto a proporção de jovens brasileiros matriculados na universidade é de 18%, enquanto que a de sul-coreanos é de 82%;

iii) os gastos previdenciários equivalem a 11% do PIB no Brasil e a 6% do PIB nos Estados Unidos, sendo que a proporção da população norte-americana acima dos 60 anos (16% da população total) é o dobro da brasileira (8% da população total).

Por que o tema não será discutido na eleição? Porque Luiz Inácio Lula da Silva não quer bulir com sua base social e política, enquanto a base social e política de Geraldo Alckmin aceita que ele diga qualquer coisa (até que vai estatizar os bancos e tabelar os juros) se isso contribuir para derrotar Lula e o PT.

Adendo: depois de sobreviver aos três meses de experiência do blog inicio hoje a contagem dos visitantes. Espero bater recordes!

5 comentários:

Saramar disse...

Patrick, boa noite
Este é um assunto muito importante, eu diria o mais importante para qualquer governo.
Mas, como aqui neste país, não temos governo, continuaremos caminhando para a tragédia social.
Aliás, já estamos vivendo a tragédia social.

Parabéns! Espero que você tenha muito sucesso sempre, com o seu excelente blog.

Beijos

Santa disse...

Patrik,

O diferencial do seu blog é exatamente esse, trazer temas que nem a agenda presidencial nem as oposições querem levantar. Parabéns!


Bjs

Rafael_Canela disse...

Concordo com a Santa Patrick. Ao contrário de outros blogs o seu tem a ousadia de debater temas "esquecidos" pela mídia. Parabéns pelo trabalho. Não lhe desejo sucesso, porque ele com certeza virá para você que faz um trabalho profissional

Nick!! disse...

Penso que seria melhor considerar todos os aspectos desses países, e não pinçar dados isoladamente. Os chineses têm hábitos saudáveis, pois a saúde preventiva é forte na cultura chinesa. O PIB americano é de 16 trilhões de dólares para uma população pouco maior do que a do Brasil. Tradicionalmente, o brasileiro vê a educação como algo elitizado. Como comparar?

Nick!! disse...

Mas a despeito do que disse acima, de fato é um assunto altamente relevante. Os investimentos do estado, de um modo geral, e não apenas os sociais, evaporam-se a medida que atravessam a máquina estatal, o que reflete no custo/benefício.