27 setembro 2006

"É escandalosa!"

A pesquisa CNT/Sensus divulgada ontem causou espanto para aqueles que ainda acreditam na possibilidade de segundo turno nas eleições presidenciais. Geraldo Alckmin aconselhou a não a levarmos a sério, e mais, disse para anotarmos o resultado divulgado e compararmos com os números oficiais apurados no domingo. Não achei tão escandalosa, como disse Alckmin, mas creio não refletir com fidelidade – pelo menos aproximada – as reais intenções do eleitorado. Mas algo merece destaque nesta pesquisa, é questionamento do instituto quanto a possibilidade do entrevistado (eleitor do Lula) mudar seu voto em função do escândalo da compra do dossiê antitucano, como foi batizado pela imprensa. Apenas 3,2% disseram não mais votar em Lula; 27,7% irão manter o voto, apesar do dossiê; e 22,8% não mudam de jeito nenhum seu voto a despeito de qualquer outro fator (leia-se escândalo).

Mas voltando ao conselho de Geraldo Alckmin, faço um adendo, aconselho ao nobre leitor a anotar os dados da pesquisa, não a estimulada, mas a espontânea. Andei analisando os números apurados pela Justiça Eleitoral das duas últimas eleições e o resultado é praticamente igual quando se compara com os números divulgados pelos institutos nas pesquisas espontâneas. Para tanto, deixo logo abaixo os dados da última pesquisa espontânea divulgada pelo Ibope no último dia 23.

Ainda sobre esta última consulta há uma discrepância entre ela e os números do Datafolha. O Ibope diz que Alckmin arrancou votos de Lula, já o Datafolha afirma que o crescimento do tucanos deve-se ao fato de ele ter novamente tirado voto de Heloísa Helena e conquistado alguns indecisos. Mais uma vez serei suíço e aguardarei eu a realidade das urnas diga quem está com a razão, Ibope, Datafolha ou Sensus. Apenas relembro aos que estão a execrar a pesquisa do Sensus que foi este instituto que primeiro detectou uma subida de Lula no começo do ano e a queda de Alckmin antes do horário eleitoral (clique aqui e confira) .

Espero estar chegando até domingo as 1.000 visitas neste mês de Setembro. Me ajudem!

7 comentários:

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Patrick:

Faltam 4 dias para a "sondagem" final.
Essa não vai falhar.
Esperemos que o resultado seja o melhor para o Brasil.
Um abraço,

vicentenogueira disse...

Que belissimo artigo esse seu, meus parabens

Camarada Arcanjo disse...

Patrick,

Texto muito interesante.

Mas eu estou com um sentimento estranho para 1º de outubro. Se por acaso o resultado das eleições (vários cargos) divergir fortemente das últimas pesquisas de intenção de voto, como ocorreu no referendo, será fato grave.

Qual desculpa será tentada?

anacleto disse...

Vai dar Lula e ponto!

Nat disse...

É o samba da pesquisa doida, como disse o Josias. Vamos ver como acordamos em 2 de outubro!

Ricardo Rayol disse...

Não acredito em pesquisas eleitoreiras. Aqui em SC o filho do Jorge Bonhauser era dado como certo no senado e se afundou.

Alexandre, The Great disse...

Maluf sempre liderou pesquisas em SP, Brizola e César Maia sempre eram "3ª força" no RJ: e "assim caminha a Humanidade"...

Espero ter dado a minha contribuição com mais uma visita.

Abçs,