06 outubro 2006

E no segundo turno...

O Blog do Fernando Rodrigues, do Uol, trouxe dias atrás uma tabela com as eleições estaduais em que houve "viradas" do primeiro para o segundo turno, desde quando a regra começou a funcionar, em 1989. Se você leitor tiver interesse, você pode pesquisar cada uma delas.

Mas eis o que realmente eu queria dizer, há dois elementos fundamentais num segundo turno. As alianças políticas e a mobilização de quem votou em branco, nulo ou faltou no primeiro turno. O jogo entre Lula e Alckmin está equilibrado no primeiro quesito. No segundo, vai ganhar quem conseguir criar a maior rejeição ao adversário. Uma regra não escrita da politica diz que o eleitor não sai de casa no dia da eleição apenas para eleger alguém. Ele quer também derrotar alguém. Lula vai pintar o PSDB como um partido das elites, entreguista e insensível ao povo. Já Alckmin vai pintar o PT como uma quadrilha político-sindical que deve ser extirpada do Estado. Vamos ver quem se sai melhor. Só não vale se apaixonar muito. Ou você ainda é daqueles que acreditam em qualquer coisa que lhe tentam vender em época de eleição? Eu prefiro ver as coisas por uma outra lente.

PT e PSDB são partidos que convergem para o centro político. O PT propõe mais ênfase nos gastos públicos com finalidades sociais. O PSDB enfatiza mais a necessidade de estimular a atividade econômica privada. Mas nem o PT é contra a iniciativa privada nem o PSDB é contra o investimento social. O ideal num país civilizado é que correntes com essas características se alternem de tempos em tempos no poder. Se você acha que a orientação do PT deve ser aplicada durante mais quatro anos, vote em Lula. Se você acha que a hora é de mudar o foco, vote em Alckmin. Mas, por favor, desconfie de quem se apresenta a você como o salvador da pátria, de um lado ou do outro.

Este texto será (foi) publicado no site do jornalista Mhário Linconl

3 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Eles não são contra nada só a favor deles mesmos.

Alexandre, The Great disse...

Patrick.
O debate deveria servir, pelo menos, para Lula explicar: DE ONDE VEIO O DINHEIRO ?

Neto disse...

É por isso que se ter informações é sempre muito importante. Com elas e pensando bem... você não segue a manada.

Parabéns pelo post.
Tenho a mesma opinião que você.