30 novembro 2006

O mecanismo de antikythera

Várias peças de bronze com inscrições misteriosas foram encontradas em 1901 dentro de um navio romano naufragado na ilha de Antikythera, na costa da Grécia (ver animação ao lado). Desde então os cientistas tentavam desvendar o seu significado. Eles descobriram que as peças formavam um mecanismo, batizado de antikythera, que deveria funcionar dentro de uma caixa de madeira.

Através de tomografias os cientistas finalmente revelaram que o aparelho era um computador astronômico. Este aparelho tinha a aparência de um relógio. Girando o ponteiro da frente as ingrenagens de bronze se moviam e indicavam com precisão, com anos de antecedência, a data de eclipes solares e lunares. As inscrições encontradas também sugerem que era possível conhecer as posições dos planetas no céu.

As sociedades antigas davam muita importância a astronomia, pois ela regia a sua agricultura e rituais religiosos. Somente mil anos depois da invenção do mecanismo antikythera o homem foi capaz de criar outro aparelho tão complexo quanto este, que eram usados como relógios de igrejas.

3 comentários:

Ricardo Rayol disse...

E não esqueça que os fenicios inventaram a navegação.

Santa disse...

Patrick

Como eram evoluídos! Isso significa que retrocedemos no tempo em muitas áreas. O que parece tão moderno, inovador, hoje, não passa de cópia. As vezes bem sucedida, outras catastróficas.
Bjs

Sidarta disse...

Eu gosto de astrologia. Não é fundamental, mas é muito bom para, pelo menos, bater um papo discontraido.

Naquela época não havia essa divisão entre astronomia e astrologia. Deveria ser bem mais interessante.

Abraços,