27 dezembro 2006

Traição: nem Freud explica


Não manjo muito de inglês mas vês por outra tenho a ousadia de vasculhar sites estrangeiros em busca de boa informação. E lendo (com a ajuda de um tradutor) o Herald Tribune conclui que Nelson Rodrigues estava certo quanto a Freud. As evocações freudianas do nosso anjo pornográfico são maiores do que se imagina. Um pesquisador claramente sem nada o que fazer descobriu em um hotelzinho nos Alpes suíços o que considera uma prova irrefutável de que Sigmund Freud, o pai da psicanálise, na época um quarentão, deitava a cunhada no sofá para vasculhar o Id da moça por via intradérmica . Segundo a matéria, Jung, outro velhinho safado, já havia dedurado o mestre, mas disseram que era intriga, sabe como é, não dá para levar ao pé da letra um junguiano, ainda mais quando esse tal é o próprio.

Um pesquisador-sociólogo, provavelmente da Caras, sacou, porém, um livro de hotel em que o Freud se registrou e à cunhada como marido e mulher. Não é preciso ser um mago da para deduzir que o falso matrimônio não se limitou ao duro registro da caneta do pai da Psicanálise. Para os ortodoxos que, especialmente nos EUA, até admitiam que Freud falasse em sacanagem, mas não aceitavam que as praticasse, a não ser como metáfora com seu charuto, a história toda é constrangedora.Mais constrangedor, acho eu, é a foto que ilustra a matéria do site Arts and Letters Daily, em que aparece a cunhada alvo da paixão proibida.

A prova mais contundente de que doutor Freud era um tarado irrecuperável é a foto que ilustra esse post. A do meio, aí em cima, é dona Martha Bernays Freud, a esposa. A cunhada é essa senhora à esquerda, disfarçando, Minna Bernays. E esse te olhando com ar de peixe morto, tentando te despir com os olhos é ele, o danadinho apanhado por um sociólogo bisbilhoteiro.

8 comentários:

caioguinle disse...

Patrick muito legal seu texto, irreverente. Nesses tempos de marasmo político vale a pena levar seus leitores a umas boas risadas.

UM 2007 DE SUCESSO!!!!

o_outro! disse...

Rapaz a velhinha chifruda tá com uma cara tão inocente na foto

Anônimo disse...

xiiiiiiiiiii

isso ele nao esplicou com certeza

feliz ano novvoooooooooo

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Patrick:

Venho desejar-te uma passagem de ano com óptima disposição.
Que 2007 te propicione todas as metas que para ele tens traçadas.


Forte abraço,

Ricardo Rayol disse...

Patrick, o cara era realmente um tarado .. credo

Alkimistas do Brasil disse...

Pelo menos a gente pode desopilar um pouco por aqui.
Gostei do post!

Grande abraço

Moni disse...

Hum... Não achei a velhinha com ar de inocente, acho que ela sabia de tudo e até participava. Cara de safada nela, isso sim...

Obrigada pela visita lá no meu blog. Voltarei aqui mais vezes.

Beijos e feliz 2007!

Primavera Negra disse...

Coitado do velho Sigmund!!
Além de ter encarado a duplinha Bebop e Rockstead aí da foto, ainda tem de aguentar bisbilhoteiros póstumos!!
Feliz Ano-Novo, Patrick!