18 julho 2007

Mais mortes, menos competência


Ainda não saramos a ferida emocional decorrente da queda do Boeing 737 da Gol em Mato Grosso e já nos vemos às voltas com a obrigação de superar mais um trauma de gigantescas proporções. O acidente com o Airbus da TAM em Congonhas, mais grave em vítimas que o do ano passado, era a mais anunciada das tragédias, o resultado da sinistra mistura de incompetência e irresponsabilidade das autoridades que cuidam (?) da aviação brasileira, a começar pelo presidente da República. A biografia política de Lula inclui agora mais de 170 mortes. A soma com os 154 do ano passado é a marca do desgoverno.

Quantas vidas mais serão ceifadas até que sejam demitidos e responsabilizados, civil e criminalmente, todos aqueles que falham desastrosamente há dez meses e expõem milhares de passageiros a risco de morte? O Lula é sim culpado por omissão, por ter preservado um amigo no ministério sem considerar que a gestão de Waldir Pires à frente da crise aérea é um atentado à segurança institucional. Lula também é culpado por ter aceitado que a inoperância da Infraero contaminasse o conceito de segurança. Nas primeiras chuvas fortes, ocorrem dois acidentes causados por derrapagens em uma pista na qual foram gastos quase R$ 20 milhões em obras de recapeamento recentes e dadas como prontas, agora podemos ter certeza, sem o devido cuidado. De quem foi essa decisão assassina?

A segunda tragédia aérea em dez meses no Brasil destroça, definitivamente, o conceito de excelência de que o país dispunha no organismo de certificação aérea internacional mantido pelas Nações Unidas. O desastre com o jato da Gol e principalmente o caos estrutural que se seguiu acenderam a luz amarela nesse campo. Um a um, os elementos de um sistema vendido como seguro foram sendo desnudados diante de toda sorte de erros gerenciais e falhas de comando.

O fracasso desse modelo já era evidente desde que os desdobramentos do caso do jato da Gol tornaram a vida de quem depende de aviação um martírio. Há muito que se cobrava uma atitude mais decente das autoridades diante do receio de que um novo desastre pudesse ocorrer.

Ninguém mais precisa ser exposto a riscos pelo governo, pela Infraero e pela Anac. É preciso também exigir que a avaliação sobre a garantia de pousos e decolagens seguros não esteja a cargo dos personagens de sempre.


Imagem: Apu Gomes/Folha

19 comentários:

Fábio Max Marschner Mayer disse...

É Patrick,

Enquanto os esquerdofrênicos, lotados em cargos de comissão criados por medidas provisórias e sem a burocracia para contratar controladores de vôo e comprar equipamentos aéreos tentam criar uma nuvem de fumaça para esconder a incompetência da INFRAERO e deste governo, pessoas morrem.

A mesma INFRAERO blindada contra CPI(s) no Congresso, porque abriga muitos companheiros em suas diretorias.

O governo não pode negar sua responsabilidade, porque há 10 meses esse assunto está em foco praticamente todos os dias, e NADA. O presidente chegou a dar murros na mesa e pedir solução imediata, mas foi acalmado pelos áulicos, os mesmos que o fizeram acreditar ser uma unanimidade nacional, o que ele descobriu não ser na abertura do PAN.

Não sou dos que defendem a cassação do presidente por conta disso, até porque, incompetência não é delito político, é falha de caráter de um político.

Mas eu quero, sim, a cabeça do ministro Waldir Pires e de toda a diretoria da INFRAERO, com respectiva CPI sobre esta empresa.

Menos que isso, é como cuspir sobre o túmulo das mais de 300 vítimas do apagão aéreo do governo do PT.

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

Voar no Brasil esta sendo mesmo uma loteria macabra.E o "azareio" de ontem foi um "prêmio" acumulada de 10 meses.
É isso.Podemos gastar bilhões com pan, doar petrolíferas para Bolívia, Investir em frigoríficos(1,4 bilhões para o Fiboi, e ai tem...vamos aguardar)etc etc ...
mas fico até sem como falar disso sobre as vidas "sorteadas ontem.

Anônimo disse...

Patrick, li muita coisa na rede sobre a tragédia. Muitos blogs. Mas nenhum texto é tão compleot como o seu. Levarei-o a minha escola e lerei aos meus alunos.

Parabéns

Prf. Augusto Xavier

antôniolyra disse...

A Globo hoje no Bom Dia Brasil, já disse qual foi o motivo do acidente: o governo Lula.
Fez uma análise dos acidentes no aeroporto de Gongonhas a partir de 2003.
Nada foi analisado, tudo que a Globo disse, tinha um só objetivo, jogar nas mãos do governo a culpa como sempre.
Para mim isto é golpe, de modo disfarçado.

Anônimo disse...

De um fisico no Blog de Eduardo Rodrigues:
“Pela intensidade do impacto, está claro que o avião não derrapou. Isso ocorre no final da frenagem, depois da utilização do reverso e do freio aerodinâmico. Deste modo, o avião teria caído no final da pista de Congonhas, que está num nível de altura acima da avenida que a circunda.
Tenho para mim que, por alguma razão, talvez falha no reverso, o avião tentou arremeter a partir do solo, isto é, tentou decolar novamente. Deve ter saído do solo e, não conseguindo se manter em subida, caiu do outro lado, em cima do prédio da TAM.
É cedo para dizer, isto é só uma especulação, mas dificilmente, derrapando no final da pista, já com velocidade diminuída, o acidente teria estas proporções.
Espero que não partidarizem este meu comentário. Ele expressa apenas a minha impressão a partir do que vi pela televisão.”

Anônimo disse...

Ontem na Globo News a Monica Waldvogel cortou na hora um especialista que disse que talvez o avião é que estivesse rapido demais. Só vale especilista que diga que faltou grooving, que aliás varios aeroportos dobrasil nãotem.

Anônimo disse...

Do blog do Reinaldão:

"Os blogs e sites de nariz marrom estão fazendo grande alarde — quer dizer: nem tão grande porque lhe faltam leitores — da entrevista coletiva dada pelo presidente da TAM, o sr. Marco Antonio Bologna. Traduzo em “logiquês” e “juridiquês” o que ele disse:

1 – A aeronave estava em perfeitas condições.
Tradução: Claro que sim. Supor um problema naquele avião em particular seria lançar uma suspeita sobre toda a frota.

2 – A equipe técnica (piloto e todo pessoal de bordo) era de altíssima competência e bastante treinado.
Tradução: Claro que sim. Lançar dúvidas sobre a expertise daquele piloto corresponderia a fazer o mesmo com todos os pilotos.

3 – A pista está perfeita; as ranhuras não faziam falta.
Tradução: Há estudos para limitar drasticamente os vôos em Congonhas justamente por causa da pouca segurança do aeroporto. As empresas não querem nem ouvir falar nisso.
ATENÇÃO: para a pista contar com toda a segurança possível, teria de ficar fechada até setembro. O custo para as empresas aéreas seria gigantesco

Então vamos ver o corolário da entrevista de Bologna:
A – avião: perfeito;
B – equipe: perfeita;
C – pista: adequada.

Logo, por que aconteceu a tragédia? É inescapável: embora todos fossem muito competentes, dado o quadro, só pode ter sido uma falha humana, coisa a que todos estamos sujeitos. A empresa não deixa de assumir a sua parcela de responsabilidade — o seguro paga tudo —, mas também se põe como vítima das circunstâncias.

Engana-se quem acha que a TAM tem interesse em passar o abacaxi para o governo. Não tem. Isso obrigaria a tomada de uma medida drástica em Congonhas, e isso as empresas aéreas não querem. Aliás, nem o governo. Até porque há carência de aeroportos em São Paulo.

Os petralhas vagabundos estão excitadíssimos: “Tá vendo? O presidente da TAM falou”. E desde quando presidente de companhia aérea é o melhor analista de acidente aéreo acontecido com a sua própria empresa? DADO QUE ELE NÃO PODE MUDAR O PASSADO, UM PRESIDENTE DE EMPRESA TEM DE PENSAR NO FUTURO DO NEGÓCIO. É O QUE ELE ESTÁ FAZENDO."

petista-ouçam_o_reinaldão disse...

Ouçam o Reinaldão:

"Morrer calados
Os petistas logo ficaram assanhados. Aqueles mesmos que estão certos de que César Maia organizou a vaia contra Lula logo correram para decretar: “Lula não tem nada com isso”. Mais: resolveram me botar na sua rede de demonização, afirmando que eu estava explorando politicamente a tragédia. Explorando politicamente?

São os tempos petistas. Chegou a hora de morrer calado. Chegou a hora de sofrer em silêncio. O curioso é que o próprio Lula, a despeito do que dizem os seus puxa-sacos, sentiu à distância o calor das chamas e se apressou em reunir o tal gabinete de crise. É claro que ele sabe ter tudo a ver com isso. Com isso o quê? Com a tragédia? Em certa medida, sim. Os brasileiros passaram a voar com muito menos segurança no seu governo. E as respostas ficaram todas entre a inércia e o cinismo.

Não, eu não inventei que a pista estava insegura. É o que pilotos estão dizendo ao se comunicar com a torre. Sem as tais ranhuras para escoar a água — e estava chovendo em São Paulo —, as aterrissagens são muito mais perigosas. Anteontem, um avião já havia rodado na pista.

Mas os petistas não querem que falemos nada. Afinal, eles não querem saber, como é mesmo?, da classe média que vaia Lula em estádio e protesta contra o governo nos aeroportos. Se depender da ministra do Turismo, devemos “relaxar e gozar”. Se depender do ministro da Fazenda, devemos é lhe ser gratos: ele acha que é o preço que se paga pela pujança da economia. Se depender de José de Alencar, devemos ter não mais do que paciência.

Cobram de nós que morramos calados; que vivamos nosso luto em silêncio. Sugiro a vocês que leiam os comentários dos colunistas petralhas quando o garoto João Hélio foi barbaramente assassinado. A síntese era esta: “Só estão fazendo esse barulho porque era um menino de classe média”. No Brasil de Lula, a classe média não tem direito nem de chorar os seus mortos. Nas ruas ou nos aviões. Nos estádios, é para aplaudir."

CAntonio disse...

Patrick,

É tão flagrante o superfaturamento de obras e a falta de competência das "autoridades", que fico perplexo em saber que nada, absolutamente nada, é feito contra esses agentes.

O TCU já apontou dezenas de irrregularidades e....Nada.

Pior mesmo é ver militares envolvidos direta ou indiretamente nos desmandos desse governo.

Que papel ridículo fazem o Juniti Saito e o brigadeiro José Carlos Pereira. O governo Lulla é um escracho tão grande que até as FAs afundaram na lama.

Fechemos esse boteco chamado Brasil.

SDS

shirlei horta disse...

Ministra do Turismo, Marta Suplicy, envie uma mensagem para os familiares das vítimas do acidente TAM/Congonhas.

Ministro da Fazenda, Guido Mantega, nos ensine a contabilizar sucesso econômico em número de mortos.

Ministro da Defesa, Waldir Pires, exista, ou saia do caminho.

Presidente da República, Lulla da Silva, o senhor vai proibir as vaias antes de dar as caras para a população em luto?

Ricardo Rayol disse...

Só posso fazer eco à suas palvras, a indignação é tamanha que só consigo xingar.

david santos disse...

Estou solidário com o povo brasileiro neste momento tão TRÁGICO. A vida só nos permite dois termos: a felicidade ou a infelicidade. Desta vez, quem mandou foi a segunda. Que a vida continue feliz para os que ficam.

Ygor Brandão disse...

Não consigo enxergar um erro mais profundo que venha a desmoralizar politicamente a gestão do espaço aéreo no governo Lula. Não adianta jogar todas as falhas decorrentes desse acidente para só um governo.

Muita coisa mais intrínseca e específica: imperícia na pilotagem, fator climático, o fato do aeroporto de Congonhas ser bastante colado com a cidade de São Paulo, e etc. são de notória sustentação para o debate sobre este acidente.

No mais, Patrick, dedico uma crítica a você como blogueiro.

Acho que você tá olhando demais pro teu umbigo. Você só chega no blog das pessoas pra divulgar o que tá acontecendo no teu blog(o qual leio diariamente, mas sem precisar comentar, pelo qual não vejo necessidade até pela boa quantidade de comentários que sempre tiveram).
Pelo menos quando for fazer algum comentário, teça alguma opinião sobre algum post que foi lançado no blog sob o qual você fez a propaganda. Seria um pouco mais educado, neste universo de blogueiros,sabia?

Abraços. E sem chateações. Só queria te dar esse toque.

Valeu.

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Não sei como fazer coro, quem sabe uma blogagem coletiva, mas sinceramente, não tenho a menor idéia de como!

Mas EU QUERO A DEMISSÃO DOS MINISTROS WALDIR PIRES por incompetência, MARTA SUPLICY E GUIDO MANTEGNA por falta de decôro.

EU QUERO A DEMISSÃO DE TODA A DIRETORIA DA INFRAERO!

EU QUERO A DEMISSÃO DE TODOS OS DIRETORES DA ANAC!

EU QUERO A DEMISSÃO DO COMANDANTE DA AERONÁUTICA!

garrafa e mar disse...

o q ELES querem? n sei Patrick. Aliás, sei sim! querem q a gente esqueça, q a gente se acostume, q ache normal, q a gente n puxe a orelha deles. somos vítimas e um pouco culpados. tínhamos q votar melhor. ter política mais em nossas veias...

david santos disse...

Estou solidário com o povo brasileiro neste momento tão TRÁGICO. A vida só nos permite dois termos: a felicidade ou a infelicidade. Desta vez, quem mandou foi a segunda. Que a vida continue feliz para os que ficam.

Aldo Jr. disse...

É um mar de lama. Um coquetel fatal: Pista curta, governo desinteressado, ANAC que não fala nada, TAM negligente, pouco caso, Lula, Waldir Pires e a receita infalível do "Relaxa e Goza" da nossa ministra sexóloga ex-mulher do senador quase gagá e um pouco competente, Eduardo Suplicy.
Retratos do (des)governo do PT e do descaso para com o povo. Na cabeça deles, a elite voa de avião. Os pobres não. Eles se preocupam é com os pobres. A elite, às favas. Antes tirar um tersol um arrumar um compromisso inadiável...
Hoje ele disse que vai aparecer. Na TV, né?! Se fosse em público não seria mais só vaias... pelo menos esse é o meu sonho.

Anônimo disse...

pessoal só falam deuns ... e os outro continuam roubando,,tem um deputado federal em brasilia ele é do interior de são paulo sr. ABELARDO CAMARINHA da cidade de marilia esse sr. ai tem mais de 50 proscesso ta milhonario ,isso sem falar que em 1986 esse mesmo sr. ai não tinha nada,tinha sim uma moto XL e possuia muitos cheques sem fundos.agora me pergunto como uma pessoa que se diz honesto heriquece assim tão rapido e outra em vinte anos uma pessoa não consegue contruir muito assim ,a familia não tinha dinheiro a mulher quando ficou sabendo das atitudes do sr. pediu separação e ai esta ele na cidade de marilia ameaçando a todos ,a quadrilha que ele propio comanda de brasilia ja esta na cadeia ,pela operação oeste agora esperamos que ele tabem fique la na cadeia por um bom tempo..isso aqui no brasil tem que ter um fim somos todos trabalhadores,sefredores,passamos por muito para dar dinheiro para esse bando de ladrão

Rômulo Gondim disse...

Caro Patrick, sobre este tema a professora Marilena Chauí escreveu um pequeno texto (que reproduzi em minha página - www.romulogondim.com.br - que acredito ser uma versão mais aprofundada do tema.
No entanto, aproveito o ensejo para saudá-lo pela existência do seu blong.
Um forte abraço e saudações educacionais